Vitaminas para Queda de Cabelo

As vitaminas são importantes para a saúde e para o cabelo. Nos tempos modernos as vitaminas são ainda mais importantes porque vivemos vidas com mais estresse, ingerimos alimentos menos nutritivos e o ambiente tem uma carga tóxica cada vez mais elevada.

Todos este fatores influenciam o nosso consumo e gasto de vitaminas e outros nutrientes.

Por causa da falta de alimentos verdadeiramente frescos e maduros e da incapacidade genética de absorver quantidades adequadas de vitaminas, não estamos conseguindo o que precisamos para manter o cabelo saudável. Quando isso acontece, temos que tomar medidas para evitar a queda de cabelo.

Eu abordo algumas das melhores vitaminas pró-crescimento do cabelo e suplementos no livro. No entanto, não posso cobrir tudo em apenas um livro, uma das razões que eu comecei este blog.

Além disso, existem cada vez mais estudos científicos as vitaminas e é por causa dessas novas descobertas que hoje quero compartilhar algumas informações sobre duas vitaminas frequentemente negligenciadas: as vitaminas D e B.

Estudos revelam que há uma deficiência acentuada destas duas vitaminas em toda a população do mundo. A queda de cabelo também está a aumentar entre a população mundial e eu não acredito que seja só uma coincidência.

Essas vitaminas são adicionadas artificialmente a muitos dos alimentos que você come e você pode pensar que você as tem em abundância. Infelizmente, esse equívoco comum está enganando milhares de pessoas e seus cabelos estão pagando o preço.

Para ajudar você a entender, aqui estão os fatos que você precisa saber sobre a vitamina D e a vitamina B.

Vitamina D

Ao contrário da maioria das vitaminas que foram descobertas nos alimentos que já estávamos comendo, tivemos de ir à procura de vitamina D.

Há um ou dois séculos atrás, quando algumas nações começaram a surgir como “primeiro mundo” e outros começaram a se afundar no “terceiro mundo”, os nutricionistas notaram uma melhora generalizada na saúde dos cidadãos do primeiro.

Isso fazia sentido já que a infraestrutura de transporte tornou possível ter alimentos mais frescos de uma gama geográfica mais diversificada. Simplificando, mais pessoas começaram a comer frutas, vegetais e grãos frescos.

Além disso, o preço da carne ficou mais acessível no “primeiro mundo” e mais pessoas estavam comendo proteína. Os automóveis e automação ainda eram raros e, por isso, as pessoas ainda realizavam trabalho manual e caminhavam para o trabalho, mantendo-se em forma. Era um estilo de vida perfeito para a saúde.

No entanto, ainda parecia haver algumas deficiências. Os idosos, e às vezes não tão idosos, estavam se aposentando mais cedo porque sofriam de ossos frágeis. O raquitismo ainda estava difundido por toda a população.

Os especialistas em nutrição começaram a suspeitar que algo estava faltando. As unhas e os cabelos finos eram sinais de alguma deficiência nutricional.

As mulheres eram especialmente vulneráveis, e as mulheres idosas tiveram uma taxa de mortalidade acentuada por problemas relacionados aos ossos.

Em áreas pobres ou rurais em todo o mundo, a maioria da população não tinha nenhum desses sintomas. Parecia faltar algo importante às pessoas que pagavam mais e estavam expostas a alimentos nutritivos.

Foi aí que os nutricionistas começaram a procurar uma resposta. Obviamente, a resposta foi a vitamina D, mas a busca foi exaustiva.

A disponibilidade da vitamina nos alimentos é rara, o que eu vou explicar na próxima seção, e por isso, necessitou de um trabalho árduo e extensivo para isolar e identificar o composto de vitamina D. Quando ficou claro que a vitamina D era um segredo para parecer e sentir mais jovem e mais em forma, a saúde das pessoas melhorou muito.

Nas últimas décadas a tecnologia e o conhecimento permitiram aprofundar a ligação da vitamina D à saúde e à queda de cabelo. Os especialistas começaram a perceber que, além de cabelos finos e unhas quebradiças, mesmo pessoas com uma deficiência pequena de vitamina D tendem a ter uma aparência frágil e um pior desempenho atlético do que aqueles que têm os níveis recomendados da vitamina.

Os cientistas acreditam que isso acontece porque a vitamina D ajuda a direcionar mais testosterona para o músculo em vez de ser armazenada no couro cabeludo, onde seria convertida em DHT. Para reforçar os dados, os especialistas também notaram que as crianças a quem foram dadas quantidades adequadas de vitamina D durante os picos de crescimento desenvolveram mais tecido ósseo e muscular (o uso correto de testosterona) do que as crianças com deficiência de vitamina D.

Na maioria dos casos, os pacientes com cânceres hormonais pareciam ter um resultado melhor do que aqueles com níveis mais baixos de vitamina D. No entanto, acho que é importante observar que a vitamina D não parecia ter efeito positivo ou negativo em pacientes com câncer de próstata.

Mais importante ainda, aqueles que são marcadamente deficientes em vitamina D têm mais problemas de queda de cabelo. Um estudo da Clínica Mayo revelou que pode ser impossível crescer cabelo sem vitamina D.

A vitamina D é uma das vitaminas mais importantes no tratamento para a queda de cabelo – veja mais informação sobre a vitamina D.

Vitamina B

Então qual é a melhor vitamina para a queda de cabelo? Como eu disse, em uma determinada época pensamos que tudo o que precisávamos era de vitamina B. Agora, sabemos que precisamos de todo o espectro de mini vitaminas. Trata-se de B1, B2, B3, B5, B6, B7 (biotina), B9 e B12. Esta lista é chamada de complexo B.

Em geral, você não precisa se preocupar com cada mini vitamina B individual, porque a maioria dos alimentos oferece o complexo B completo. Eles são muito abundantes em muitos dos alimentos incluídos em uma dieta “bem equilibrada”.

Elas estão mais concentradas em carnes como o peru, peixe e produtos de porco, boi e fígado. É importante notar que carnes processadas não são fontes significativas de vitamina B natural.

Leveduras, grãos, lentilhas e legumes também contêm o complexo B, mas não com a mesma potência que a carne. Além disso, leveduras e grãos de grãos altamente processados não contém qualquer vitamina B natural. Equivalentes de proteínas, como o tofu, não contêm qualquer complexo B. É por isso que os vegetarianos são a maioria demográfica de pacientes com deficiência de complexo B.

As fontes alimentares de vitaminas do complexo B podem ser uma controvérsia. Se você notou uma clara falta desses alimentos em sua dieta, isso é explicativo. Mas, se você está seguindo a dieta recomendada no Livro da Queda de Cabelo, então você está consumindo uma dieta equilibrada e saudável de carnes, grãos, frutas e vegetais e está recebendo a abundância de vitamina B.

Quando sabemos que há uma forte relação de deficiência de vitaminas do complexo B e a queda de cabelo, devemos assumir que algo em nossos corpos está inibindo ou mesmo bloqueando a absorção de complexo B da dieta.

Na maioria das vezes este é um problema genético e não há nada que possamos fazer sobre isso. No entanto, existe uma solução fácil para o problema.

A suplementação do complexo B é muito fácil. Toda loja ou seção de vitamina de uma loja vai ter dezenas ou centenas de produtos disponíveis do complexo B. Você, provavelmente, só tem que fazer uma parada para encontrar o que você está procurando.

No entanto, nem todos os suplementos do complexo B têm a mesma qualidade e alguns não oferecem os mesmos benefícios que os outros. Primeiro, se possível, tente encontrar suplementos que são marcados como “biodisponível”.

Isto significa que é uma forma de complexo B que é mais absorvível e mais utilizável dentro do corpo humano. Em seguida, procure o complexo B que foi extraído de fontes naturais ao invés de sintetizados, pois estas fórmulas podem ser difíceis para o seu organismo digerir e absorver.

Escolha um suplemento de vitaminas do complexo B. Se você comprar multivitamina geral, você provavelmente não irá receber as quantidades necessárias de todas as mini vitaminas do complexo B. Em vez disso, tome um suplemento do complexo B e, em seguida, as vitaminas e minerais adicionais que você precisa individualmente. Isto irá assegurar uma dosagem e uso exatos.

A Melhor Vitamina para Queda de Cabelo?

As vitaminas são importantes e nem sempre podemos conseguir da nossa dieta o que precisamos. A suplementação com vitamina B é importante para quem sofre de queda de cabelo. A vitamina D também é essencial mas não é obrigatório ser suplementada.

Se você tem um problema de DHT, o seu corpo precisa de mais vitaminas do que podem ser absorvidas dos alimentos. No caso de vitaminas B e D, deve ser óbvio que você precisa ser muito proativo para a obtenção abundante destes nutrientes essenciais.

No entanto, você não pode simplesmente parar aí. Vitaminas D e B, mesmo poderosas como são, não são pílulas mágicas. Elas podem ajudar a melhorar a saúde e tratar sintomas, mas não pode ser feito somente com as vitaminas. Você tem que corrigir um problema maior.

A boa notícia é que quanto mais perto você chega da correção do desequilíbrio do seu corpo, mais provável é que você não tenha mais necessidade de complementar os seus nutrientes.

Como eu disse antes, você pode ter uma resistência genética às vitaminas e terá que dar um suporte à sua alimentação com suplementos vitamínicos.

No entanto, é muito provável que uma vez que você começar a viver uma vida mais saudável, com algum exercício, nutrição saudável, cuidados com o couro cabeludo, e felicidade, você vai ver que o seu corpo pode obter e usar essas vitaminas essenciais sem suplementos.

Comentários

  1. Márcia diz

    Então saúde para os cabelos!

  2. Iris Condessa diz

    Achei muito boa essa página, conteve as informações da qual eu precisava.
    Venho com uma grande queda de cabelo e a dermatologista só me passou shampoo e não teve a preocupação em passar algum tipo de vitamina.
    Portanto obtive as informações necessárias nessa página.
    Fiquei muito satisfeita.
    Grata
    Iris Condessa

  3. Vânia Bezerra Alves diz

    Ótima pesquisa.

  4. Danielly Pacheco diz

    Amei essa pagina, já usei de tudo no meu cabelo: minoxidil, pantogar, pill food mais nada resolveu. Vou começar hoje uma alimentação mais balanceada e tomar o complexo vitamínico para me ajudar contra queda de cabelo!

    • Jaíne Martins diz

      Ola Danielly, também já usei tudo isso que você usou e nada resolveu. Acabei de comprar um complexo b12 para ver se adianta, começarei a tomar hoje. Depois voltarei para falar o resultado, porque não aguento mais gastar tanto e nada de resultado bons.

  5. Ycaro Carlos diz

    Olá boa tarde, achei bastante gratificante tais informações, mas me surgiu uma dúvida, gostaria de saber se tais meios para melhorar a saúde capilar possuem bons efeitos para quem sofre de calvície hereditária ou alopecia androgenética.
    A qual ocorre por excesso de DHT e também gostaria de saber qual a relação de tais vitaminas com este andrógeno, se diminuem sua atuação tanto quanto a Finasterida.
    Agradeço desde já.

  6. Rafaela diz

    Meu cabelo cai muito. Estou preocupada.
    Ja tomava complexo B mais vejo que não obtive resultado satisfatório pois meu cabelo ainda cai bastante. Gostei da matéria. Voi seguir essas dicas, espero que dê certo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *